20170328Juventude-fiequimetalMuitas centenas de jovens e outros trabalhadores dos sectores abrangidos pelos sindicatos da Fiequimetal participaram em força na grandiosa manifestação da Interjovem/CGTP-IN, que ontem assinalou em Lisboa o Dia Nacional da Juventude. Da Praça da Figueira até à Assembleia da República, com milhares de trabalhadores de outros sectores, exigiu-se passos concretos para acabar com a precariedade laboral.
29.3.2017

 

Vindos de todos os distritos, os participantes nesta jornada prosseguiram um combate que não é de agora, mas ganha mais força com a persistência do movimento sindical unitário e com o maior envolvimento de jovens trabalhadores, a partir dos locais de trabalho.

Esta luta e a firme acção sindical têm permitido que muitos trabalhadores com vínculos precários passem a efectivos.

Com a campanha lançada há um ano, no 13.º Congresso da CGTP-IN, e com o Roteiro contra a Precariedade, que culminou na manifestação de 28 de Março, dá-se mais visibilidade ao problema e mais razão à exigência de que um posto de trabalho permanente seja ocupado por um trabalhador com vínculo efectivo.

A reclamação de urgentes medidas concretas, como as que a CGTP-IN propõe, fez-se ouvir nas ruas de Lisboa e junto ao Parlamento.

Para a nova relação de forças políticas no hemiciclo e o afastamento do PSD e do CDS das cadeiras do Governo foi determinante a luta dos trabalhadores, que impulsionou cada uma das medidas positivas aprovadas desde então. Para ir mais longe na defesa, reposição e conquista de direitos e para abrir caminho a um Portugal mais justo e democrático, saiu desta manifestação o compromisso de dar continuidade à  reivindicação e à luta organizada nos sindicatos da CGTP-IN.

Ver também:
- Resolução aprovada no final da manifestação, após as intervenções de João Barreiros, coordenador da Interjovem, e Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP-IN
- Mais informação no sítio da CGTP-IN
- Álbum fotográfico online

Reportagem fotográfica