20170515Delphi-arquivoPara esclarecer as informações vindas a público, sobre a divisão da Delphi em duas empresas, dirigentes da Fiequimetal e dos sindicatos que intervêm nas fábricas daquela multinacional em Portugal (SIESI, SITE CSRA e SITE Norte) reuniram-se com a Direcção de Recursos Humanos. A informação sobre essa reunião foi dada num comunicado aos trabalhadores.
15.5.2017


A federação e os sindicatos pretendem também abordar este caso nos ministérios da Economia e do Trabalho, a quem já foram solicitadas reuniões.

No comunicado, reafirma-se que os sindicatos continuarão atentos e prontos a agir, sempre com os trabalhadores, caso a administração da Delphi pretenda suprimir direitos, colocar em causa o emprego e operar mudanças internas que degradem ainda mais as condições de trabalho.

Segundo as informações prestadas pelos Recursos Humanos, a Delphi irá ser dividida em duas empresas, uma das quais mantém a actual designação. A nova empresa, ainda sem nome conhecido, irá ser criada a partir do segmento «Powertrain».

As unidades de Braga, Castelo Branco e Lumiar, irão continuar na Delphi e a unidade do Seixal irá passar para a nova empresa.

O processo de divisão deverá estar terminado até ao primeiro trimestre de 2018.

Vão realizar-se reuniões regulares entre representantes sindicais e da Delphi, para acompanhar o processo, e regularmente serão informados os trabalhadores, em plenários.

Reivindicações

Na reunião, a Delphi assumiu o compromisso de se reunir com os sindicatos da Fiequimetal, para negociar os cadernos reivindicativos de 2017.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores da Delphi