20170512Cabelauto-RibeiraoNas fábricas do Grupo Cabelte em Arcozelo (Vila Nova de Gaia) e em Ribeirão (Vila Nova de Famalicão), os trabalhadores iniciaram na sexta-feira, dia 12, uma série de greves para exigirem aumentos salariais.
15.5.2017



A greve teve uma significativa adesão, chegando aos 90 por cento no pólo de Ribeirão. Durante a luta, os trabalhadores concentraram-se no exterior das instalações.
Novas paralisações com o mesmo objectivo estão marcadas para as próximas sextas-feiras, dias 19 e 26.
No caderno reivindicativo entregue à administração da Cabelte reclama-se um aumento salarial de 40 euros.
A luta é organizada pelo SITE Norte.

Fotos das concentrações no dia 12