20170608ARM_arquivoCom união e coesão, os trabalhadores da Águas e Resíduos da Madeira (ARM) conseguiram que a administração decidisse reduzir de 40 horas para 37h30m o horário de trabalho semanal de quem não possui vínculo de origem público, e recolocar em 25 dias por ano o tempo de férias na empresa, destacou o SITE CSRA.
8.6.2017


O sindicato, num comunicado em distribuição na ARM desde hoje, regista positivamente a decisão da administração de reduzir o horário de trabalho para 37 horas e 30 minutos aos trabalhadores que, não tendo vínculo de origem à Função Pública, tinham como horário semanal 40 horas. No entanto, relembra que alguns destes trabalhadores (como os oriundos do ex-IGA) ainda há pouco tempo tinham como horário de trabalho as 35 horas semanais.

Para o SITE CSRA, esta redução é o início de um processo, que terá como fim a atribuição de horário de trabalho de 35 horas semanais para todos os trabalhadores, independentemente do seu vínculo de origem, como consta da proposta apresentada pelos trabalhadores à empresa através do sindicato.

Igualmente de forma positiva é registada a decisão da administração de repor os 25 dias de férias para todos os trabalhadores, como foi prática na empresa até ao ano de 2014 e como os trabalhadores reivindicavam. O sindicato realça que a unidade de todos contribuiu para que a administração tenha ouvido a reivindicação.

Após as exigências dos trabalhadores e do sindicato, a administração da ARM apresentou uma nova proposta de tabela salarial, com os respectivos escalões, que vai agora ser analisada com os trabalhadores.

Todos estes desenvolvimentos e avanços, conseguidos na última semana, são o resultado da união e coesão dos trabalhadores em defesa das suas propostas, sublinha o SITE CSRA.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores da ARM