20170628CelCatGreveCom uma adesão de mais de 90 por cento, que provocou a paragem da produção, os trabalhadores da multinacional americana General Cable CelCat, em Morelena (Sintra), começaram hoje uma greve de quatro horas por turno (duas horas ao início e no fim de cada turno), que prossegue até dia 30, sexta-feira.
28.6.2017


Os trabalhadores lutam por aumentos dos salários e do valor do trabalho suplementar e pela revisão de cláusulas do Acordo de Empresa referentes a férias, subsídios de alimentação e anuidades.

Esta é a terceira greve realizada este ano, sempre com adesões acima de 90 por cento.

A administração recusa negociar com o SIESI aumentos salariais e reposição de direitos, preferindo manter uma postura de afronta aos trabalhadores.

O sindicato considera que esta postura anti-negocial da empresa não tem fundamento e lembra que, em 2016, houve um aumento de 43 por cento na produção e um resultado semelhante já está verificado este ano.

A administração está a acentuar o conflito, acusa o sindicato.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores
- Comunicado à imprensa, com contactos para declarações