20170713FisipeA muito forte adesão dos trabalhadores da Fisipe, no Lavradio (Barreiro), à greve convocada pelo SITE Sul parou a produção naquela importante fábrica de fibras, do grupo alemão SGL Carbon, nos dias 11, 12 e 13 de Julho. Da resposta da administração dependerá a decisão sobre próximos passos.
17.7.2017



Como principais motivos para a luta, o sindicato referiu os baixos aumentos salariais, a desregulamentação da «escala G», o uso e abuso de trabalho precário, a falta de diálogo e negociação. Desde Junho, por estas razões, os trabalhadores da Fisipe têm vindo a fazer greve a todo o trabalho extraordinário.

O agravamento das formas de luta foi decidido face à indiferença da administração relativamente aos problemas colocados pelos trabalhadores, através da sua comissão sindical.

Na tarde de dia 13, quinta-feira, realizou-se uma concentração de trabalhadores (na foto), junto à portaria da empresa, como forma de protesto pela falta de diálogo.

Ver também:
- Produção na Fisipe parada no último dia de greve (notícia da Lusa no DN)