20151214PetrogalGreveComo o Governo e a administração da Petrogal e do Grupo Galp Energia persistem em fugir às suas responsabilidades, a Fiequimetal deu seguimento à decisão dos trabalhadores de prosseguir a luta, convocando um novo período de greve para os dias 26 a 31 de Julho.
19.7.2017


Num comunicado aos trabalhadores, a federação considera incompreensível que, perante os esforços desenvolvidos para procurar um entendimento pela via negocial, o ministro do Trabalho continue sem remarcar uma reunião que ficou suspensa há quase um mês.

Nessa altura, aceitou-se a suspensão da reunião, face à necessidade de dar prioridade a outras acções do Ministério relacionadas com as consequências dos fogos florestais. Mas agora é injustificável o Governo querer ignorar que os trabalhadores da Petrogal continuam a sofrer os mais brutais ataques aos seus direitos laborais e sociais, sem precedentes em toda a vida da empresa.    

Não se pode considerar que seja azar o facto de o Governo não ter tempo para dar atenção aos problemas dos trabalhadores. Tratando-se do cumprimento dos direitos, da lei e da Constituição, o que se verifica é que, uma vez mais, o Governo toma a opção de estar ao lado do poder económico e contra os trabalhadores.

No comunicado recorda-se que, precisamente há um ano, gente importante e com exigentes funções governativas teve tempo para ir de carroussel a Paris, às custas da GALP e da Petrogal, para «apoiar» a selecção nacional  de futebol.

Objectivos

No pré-aviso de greve, são indicados os motivos que justificam a paralisação:

- Parar a ofensiva da Administração contra a contratação colectiva e os direitos sociais;
- Melhorar os salários e a distribuição da riqueza produzida pelos trabalhadores;
- Contra a eliminação de direitos específicos dos trabalhadores por turnos;
- Contra a desregulação e o aumento dos horários, incluindo por via do famigerado «banco de horas», que visam pôr os trabalhadores a trabalhar mais por menos salário;
- Defender os regimes de reformas, de saúde e outros benefícios sociais, alcançados com muita luta, ao longo de muitos anos de trabalho e de riqueza produzida.

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores
- Pré-aviso de greve
- Greve na Petrogal arrancou em força (6.5.2017)