20170719Autoeuropa-arquivoPara amanhã, dia 21, foram convocados plenários de trabalhadores na VW Autoeuropa, para analisar a posição da administração quanto à alteração de horários de trabalho. O SITE Sul rejeita comportamentos de chantagem patronal e reafirma o empenho na unidade, para contrariar a desvalorização do trabalho.
20.7.2017



No mais recente comunicado sobre este problema - que foi criado pela administração, ao tentar reduzir a retribuição do trabalho, com alterações aos horários justificadas pelo esperado aumento de produção - o sindicato informa sobre uma reunião que teve com a Comissão de Trabalhadores, no dia 11.

O SITE Sul garantiu à CT estar disponível para realizar plenários conjuntos e discutir com os trabalhadores todas as iniciativas adequadas à defesa dos seus interesses.

Quanto ao aumento acentuado do volume de produção esperado a partir do próximo ano, o sindicato entende que, durante o presente processo negocial interno, foi apresentada pela CT uma solução exequível. Esta pode passar pela introdução de um turno de fim-de-semana, com adesão voluntária e novas contratações, sem pôr em causa os direitos e as garantias dos trabalhadores.
Os representantes sindicais reafirmaram que o horário deve ser de segunda a sexta-feira e que todo o trabalho extraordinário deve ser pago como tal.

No comunicado, o sindicato lembra que, ao longo dos últimos anos, os trabalhadores corresponderam sempre às exigências de produção que lhes foram colocadas, dando o melhor das suas competências e empenho. Por este motivo, rejeitam todo o tipo de chantagem por parte da administração com o propósito de lhes agravar os horários e demais condições de trabalho.

A intenção da administração, numa primeira versão, mereceu a rejeição dos trabalhadores em meados de Abril.

No actual momento, o SITE Sul e a Fiequimetal/CGTP-IN reforçam o apelo à unidade dos trabalhadores da Autoeuropa, das fornecedoras e das restantes empresas do parque industrial de Palmela, para rechaçarem as pretensões das administrações.

 

Ver também:
- Comunicado aos trabalhadores da VW Autoeuropa