20170811etar-alcantara-arquivoPela uniformização das condições de trabalho e para exigir resposta da administração às reivindicações apresentadas, os trabalhadores da Águas do Tejo Atlântico vão fazer greve na segunda-feira, dia 14. Para as 10h30 está convocada uma concentração junto à sede da empresa, na Avenida de Ceuta (ETAR de Alcântara, na foto).
12.8.2017


«Lutamos para que todos os trabalhadores da empresa tenham direitos iguais para trabalho igual», destaca-se no mais recente comunicado da Comissão Intersindical da Águas do Tejo Atlântico (AdTA, do grupo Águas de Portugal), estrutura formada pelos sindicatos SITE CSRA e STAL.

As principais reivindicações são a uniformização dos valores dos subsídios de transporte, de refeição e de prevenção, e a atribuição do subsídio de turno aos trabalhadores que têm esta modalidade de horário.

A empresa não cumpriu as formalidades legais para estabelecer serviços mínimos, pelo que os sindicatos organizarão um grupo de trabalhadores, pronto a intervir em situações entendidas como graves e urgentes.

Ver também:
- Comunicado da Comissão Intersindical da AdTA
- CT da EPAL solidária com greve na AdTA (9.8.2017)