20171120Etermar-arquivoA negociação do caderno reivindicativo que foi apresentado na Etermar pela comissão sindical, com o apoio dos trabalhadores, resultou no fim da discriminação salarial, como há muito era exigido, o que representa uma significativa reposição de rendimentos para o pessoal da oficina, informou o SITE Sul.
20.11.2017


Havia anos que na Etermar - Engenharia e Construção, SA, em Setúbal, perdurava a situação de discriminação entre trabalhadores com a mesma função e categoria profissional.

O sindicato, na informação que divulgou hoje à comunicação social, recorda que acabar com esta discriminação era uma antiga reivindicação. O resultado finalmente alcançado é devido à envolvência e unidade dos trabalhadores na luta por este objectivo.

O fim da discriminação salarial representa, para os trabalhadores da secção da oficina, reposições salariais que variam entre 60 e 170 euros.