20180320ARMOs trabalhadores da Águas e Resíduos da Madeira, reunidos em plenário, criticaram fortemente a administração, por ter rompido a negociação do Acordo de Empresa, e mandataram a comissão sindical e o SITE CSRA para que seja convocada greve durante o mês de Abril.
22.3.2018

 

Foi ontem enviada, à secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, ao director regional do Trabalho e à administração da ARM, uma resolução aprovada por unanimidade dia 20, na qual se considera que o comportamento da administração da ARM (ao decidir interromper a negociação), é de todo reprovável, por configurar má-fé negocial, para desta forma chantagear os trabalhadores, procurando impor o quero posso e mando.

Os trabalhadores exigem que a administração apresente contrapropostas que correspondam às suas legítimas expectativas e que coloquem as condições de trabalho ao nível do que é praticado noutras empresas deste sector no Continente.

A tabela salarial deve valorizar o trabalho e os trabalhadores, objectivo que tem de reflectir-se também nas carreiras profissionais e na definição de funções.

Na resolução reclama-se mais segurança e melhores condições de trabalho. É exigido que todos os trabalhadores com vínculos de trabalho precários passem a ter vínculos permanentes. Defende-se ainda a contratação de trabalhadores que fazem em falta em várias áreas na empresa.

Do Governo Regional exige-se que tome todas as providências para que a administração altere a sua postura na negociação do AE, de modo a que existam aumentos reais dos salários já em 2018, para recuperação do poder de compra perdido nos últimos anos e também como contributo para a economia regional.

 

20180220Marco Mes Luta cartaz

 

Ver também:
- Resolução do plenário de dia 20