20180402Inapal Plasticos greveCom grande adesão, provocando a paragem da produção, começou ontem uma greve dos trabalhadores da Inapal Plásticos, em Palmela, devido à falta de efectiva negociação das matérias do Caderno Reivindicativo para 2018. O esforço exigido pela administração não tem reflexo em melhorias salariais há cerca de cinco anos.
3.4.2018



A greve, de duas horas por turno e sem fim definido à partida, foi confirmada em plenário, no dia 29 de Março. Para sexta-feira, 6 de Abril, está marcada nova reunião de trabalhadores, para discutir a continuação da luta.

No último plenário, como divulgou o SITE Sul, que acompanha e organiza a luta na Inapal Plásticos, os trabalhadores declararam que continuam disponíveis para, através do diálogo com a Administração, encontrar um entendimento ou compromisso, de modo a ultrapassar esta situação. 

Na nota de conclusões divulgada pelo sindicato, afirma-se que:

- Os resultados apresentados pela empresa, relativos a 2017, em nada reflectem o esforço, empenho e dedicação dos trabalhadores durante esse ano;

- Por diversas as vezes os trabalhadores, através da Comissão Sindical e não só, alertaram para os problemas de fundo existentes nos projectos em execução na fábrica, dos quais não foram os causadores;

- As matérias constantes do Caderno Reivindicativo para 2018 (CR2018) são mais que justas e representam uma melhoria das condições de vida e de trabalho dos trabalhadores, tendo em conta que na generalidade há cerca de cinco anos não vêem os seus salários serem aumentados de forma significativa;

- Da reunião realizada entre a Administração e a Comissão Sindical não resultou qualquer compromisso ou acordo concreto relativamente a qualquer uma das matérias constantes no CR2018;

- Os trabalhadores compreendem a situação da empresa, no entanto, não podem de todo aceitar que, durante mais um ano, lhes seja exigido todo o seu esforço, empenho e dedicação, sem que isso seja de algum modo recompensado e reconhecido pela Administração, através do salário ou das outras matérias pecuniárias presentes no CR2018.

 

Ver também:
- Nota do SITE Sul à comunicação social