20170626MultiautoO Grupo Multiauto, procurando atenuar o aumento do descontentamento e evitar que os trabalhadores intensificassem a luta, aumentou na Multiauto e Evoracar um euro no subsídio de refeição, no final de 2017, e 40 euros nos salários, já em 2018, informou o SITE Sul.
10.4.2018



A Multiauto e a Evoracar pertencem ao Grupo Multiauto e representam as marcas Renault e Dácia, em Beja, Setúbal e Sines, e Renault, Volkswagen e Audi, em Évora. Há vários anos que não aumentavam os salários nem o subsídio de refeição dos seus trabalhadores.

Durante o ano de 2017 intensificou-se o descontentamento dos trabalhadores, como se viu nas lutas realizadas em Setembro e Dezembro de 2017, com greves e outras formas de protesto, incluindo concentrações à porta da sede da empresa, em Setúbal.

Na Evoracar, em Évora, esse descontentamento levou mesmo à recusa dos trabalhadores a prestarem serviço ao sábado, devido aos baixos valores que a empresa pretendia pagar.

O Grupo Multiauto, procurando atenuar o aumento do descontentamento evidenciado em Setembro e em Dezembro, de forma a que os trabalhadores não intensificassem a sua luta, aumentou um euro por dia no subsídio de refeição, no final de 2017. No início de 2018 aumentou os salários em 40 euros por mês.

O sindicato lamenta que não tenham sido actualizados também os salários dos trabalhadores da Motorex, em Beja e Évora, empresa representante da Peugeot e pertencente ao mesmo grupo. Mas assegura que tudo irá fazer para que os trabalhadores da Motorex também tenham os seus salários actualizados, como os da Multiauto e da Evoracar.

Ver também:
- Comunicado do SITE Sul
- Greve paralisou oficinas da Multiauto (26.6.2017)