20180503PREHEstão hoje em greve os trabalhadores da Manpower no call-centar da EDP em Seia. Desde o princípio do mês, fazem greve os trabalhadores da Soares da Costa. Na Preh começou no dia 3 mais uma série de paralisações. No dia 15 manifestam-se em Lisboa os trabalhadores da Petrogal, no local da assembleia de accionistas da Galp Energia.
8.5.2018



Os trabalhadores da Preh Portugal, na Trofa, iniciaram dia 3  uma nova série de greves parciais. Durante esta greve, que se repetiu na sexta-feira, dia 5, manteve-se uma concentração à porta da empresa (na foto).

A luta ocorre ainda nos dias 10, 17 e 19 de Maio.

Os trabalhadores, organizados no SITE Norte, elegem como reivindicações prioritárias:
 - a redução do horário de trabalho, para que os sábados deixem de ser dia de laboração obrigatória;
 - que o 2.º turno receba o complemento nocturno (das 20 às 22 horas) tal como outros, pondo fim à discriminação actual.

- Pré-aviso de greve

Call-center da EDP em Seia
Fazer greve por 24 horas a 8 de Maio foi a decisão dos trabalhadores da Manpower Group Solutions que laboram no Centro de Contacto da EDP, em Seia. Organizados no SITE Centro-Norte, reclamam melhoria dos salários e das condições de vida.
Às 10h30, os trabalhadores em luta concentram-se à entrada das instalações, na Quinta da Quintela

- Nota de imprensa

Soares da Costa tem de pagar
Para todo o mês de Maio, foi convocada greve na Soares da Costa pelo SITE Norte. Os trabalhadores exigem o pagamento dos salários em atraso e o regular pagamento das remunerações no último dia útil de cada mês.

- Pré-aviso de greve

Na Assembleia da Galp Energia
Na sequência da deliberação tomada nos plenários de 10 e 11 de Abril, os trabalhadores da Petrogal decidiram manifestar a sua  indignação e exigir soluções, realizando uma concentração a 15 de Maio, junto da sede da empresa e do grupo, na mesma altura em que ali decorre a assembleia de accionistas.

Em seguida, dirigem-se para o Ministério do Trabalho, para reclamar a defesa da contratação colectiva e dos direitos; a garantia dos regimes sociais, de saúde e de reformas;  a melhoria das condições de vida e de trabalho.

- Comunicado «Administração continua a marcar passo»


20180427Mecfri greve


Mecfri com greves em Abril

Os trabalhadores da Mecfri Indústria de Refrigeração, em Quinchães (Fafe), fizeram greve nas quatro sextas-feiras de Abril. Na última, dia 27, concentraram-se no exterior das instalações, exibindo uma faixa a denunciar que nos últimos 15 anos não há aumentos salariais na empresa (na foto).
Organizados no SITE Norte, os trabalhadores exigem uma justa actualização da tabela salarial. Nas matérias do caderno reivindicativo constam ainda o aumento do subsídio de refeição, o direito a 25 dias de férias e a redução do horário de trabalho.