20200318Navigator arquivoAs organizações representativas dos trabalhadores das empresas do Grupo The Navigator Company aceitaram, sob condição de um compromisso escrito, a proposta patronal de suspender o processo negocial do Regulamento de Carreiras, informou a Fiequimetal.
18.3.2020

 

Num comunicado, em distribuição desde hoje, a federação relata que as ORT das unidades industriais de Setúbal, Aveiro, Vila Velha de Ródão e Figueira da Foz analisaram a proposta, face ao grave quadro de situação pandémica que afeta o nosso País e à possibilidade de o Conselho de Estado decretar o estado de emergência.

A manifestação da concordância com a suspensão das negociações deve ser suportada por uma resposta escrita da empresa, em que esta garanta que não irá, através de um acto de gestão, aplicar um Plano de Carreiras que não foi negociado na totalidade nem aprovado pelos trabalhadores. A Navigator deve ainda assegurar que não irá aplicar por acto de gestão aumentos salariais, sem que ocorra a negociação dos Cadernos Reivindicativos e da Revisão do Acordo de Empresa.

 

Proteger o activo
mais valioso

Os trabalhadores e os seus representantes concordam com a elevada gravidade da situação que vivemos e salientam que o mais importante é a empresa proteger o seu activo mais valioso: os trabalhadores e as suas famílias.

Admitindo a necessidade de tomar medidas excepcionais, a federação alerta que a situação vivida não deve ser pretexto para sonegar direitos dos trabalhadores e reduzir os seus rendimentos nem para desregular os horários de trabalho.

No comunicado refere-se ainda que as ORT manifestaram o seu desacordo à realização de qualquer paragem programada para manutenção, pois daí resultaria a entrada na empresa de cerca de meio milhar de trabalhadores de várias empresas subcontratadas, o que, no actual contexto, é de todo desaconselhável.


Ver também
- Comunicado aos trabalhadores das empresas do Grupo The Navigator Company
- Grandiosa luta na Navigator demoveu administração (5.12.2019)