20170914Autoeuropa-arquivoA Volkswagen Autoeuropa, apesar da complexa situação que se vive, não tem necessidade de recorrer ao lay-off simplificado. Num comunicado aos trabalhadores, o SITE Sul lembra que o Grupo VW, à semelhança de grande parte das multinacionais, tem acumulado lucros avultados, que garantem liquidez mais que suficiente.
9.4.2020

 


A VW Autoeuropa poderia, assim, enfrentar os problemas criados pela crise sanitária, sem recorrer a estes apoios, os quais, no geral, apenas beneficiam os patrões e prejudicam os trabalhadores e a Segurança Social.

O recurso a este tipo de apoio contribui para a descapitalização da Segurança Social.

 

Administração recusou «down days»

O SITE Sul, desde o início deste processo, sempre transmitiu junto da administração as preocupações dos trabalhadores em relação à sua segurança e saúde, à garantia dos postos de trabalho, à manutenção dos direitos e salários e pela utilização de «down days» para fazer face a esta situação transitória.

No entanto, face à intransigência da administração em não aceitar a utilização de «down days», o sindicato considera que o resultado obtido foi o possível, para que o desfecho desta situação permita que os trabalhadores mantenham o seu salário completo, sem qualquer penalização derivada da aplicação do lay-off simplificado.

 

Reunião terça-feira

A administração marcou uma reunião com o SITE Sul para a próxima terça-feira, dia 14, pelas 9 horas. Do resultado desta reunião o sindicato dará conta aos trabalhadores.


Ver também
- Comunicado do SITE Sul
- Defendemos todos os postos de trabalho na Autoeuropa (8.4.2020)
- Lay-off foi feito à medida das multinacionais (8.4.2020)