20200609ContinentalMabor plenarioOs trabalhadores da Continental Mabor, reunidos em plenário, afirmaram no dia 9 que não aceitam cortes nos salários, que a multinacional pretende impor por via de alterações nos horários, eliminando o trabalho no fim-de-semana.
11.6.2020

 

O SITE Norte salienta que uma empresa como esta, que apresentou mais de 200 milhões de euros de lucros em 2019, não pode tentar cortar nos salários dos trabalhadores a reboque da COVID-19.

Num momento em que a empresa deveria assumir a sua responsabilidade social e apoiar os trabalhadores, o que procurou foi precisamente o contrário: aproveitar o momento para cortar nos direitos dos trabalhadores.

A isto, os trabalhadores dizem: nem um direito a menos!

Poucos dias antes do plenário, o sindicato solicitou à administração uma reunião, com urgência, mas esta respondeu negativamente, alegando que pretende continuar a ter por interlocutora a Comissão de Trabalhadores.

O SITE Norte representa um número muito significativo de trabalhadores na Continental Mabor. Apesar de alguns seus delegados e dirigentes fazerem parte da Comissão de Trabalhadores, nunca os mesmos abordaram questões sindicais nas reuniões entre a CT e a administração da empresa.

Reagindo à recusa patronal, o sindicato reafirmou que continuará a fazer o que lhe compete, pugnando pelos direitos de todos os trabalhadores.

Sejam ou não filiados no SITE Norte, este continuará a estar ao lado dos trabalhadores, na luta pelos seus direitos, pela redução dos horários de trabalho (sem diminuição da retribuição), por melhores condições de Segurança e Saúde no Trabalho. Nesta luta, não é rejeitada qualquer acção que seja necessário levar a cabo.

Muito brevemente, o sindicato vai realizar plenários de trabalhadores na Continental Mabor, para tomar decisões.


Ver também
- Trabalhadores da Continental contra corte de salários (Cidade Hoje, 9.6.2020)
- Trabalhadores da Continental Mabor contra a redução do horário ao fim de semana (SIC Notícias, 9.6.2020)
- Continental Mabor negoceia redução de salário a 675 trabalhadores (Fama TV, 9.6.2020)