20200317PanasqueiraBarroca arquivoA unidade dos trabalhadores foi factor determinante para o acordo alcançado nas negociações do Caderno Reivindicativo para 2020, com a administração da Beralt Tin & Wolfram Portugal, concessionária da exploração das minas da Panasqueira, salientou o STIM.
16.6.2020

 

Num comunicado aos trabalhadores, o sindicato informou que, na sequência da vontade expressa nos plenários e tendo presente a disponibilidade manifestada para a luta (não foi necessário realizar a greve convocada para ontem, dia 15), foi possível:

• Conquistar actualizações salariais no valor de 2,75%;
• Aumentar o subsídio de turno em 25% (no regime de dois e três turnos rotativos);
• Assegurar efeitos retroactivos de todas as matérias acordadas a 1 de Janeiro de 2020 (a pagar em duas fases);
• Assumir compromissos para a contínua melhoria das condições de trabalho.

O STIM sublinha que melhores resultados são possíveis, com mais participação dos trabalhadores nos plenários, mais unidade em torno de objectivos comuns e mais sindicalização.

 

Ver também
- Comunicado do STIM aos trabalhadores das minas da Panasqueira
- Resultado da Almonty soma razão à greve na Panasqueira (27.5.2020)