20200930AptivPara exigir melhores salários e negociação das reivindicações, vão estar em luta, no dia 23, sexta-feira, os trabalhadores da Hanon e da Legrand. Nova greve foi admitida já na Aptiv, também do sector das empresas fabricantes de material eléctrico e electrónico.
21.10.2020

 

Os trabalhadores da Legrand, em Trajouce (São Domingos de Rana, concelho de Cascais), realizam, pelas 10h00, um plenário e uma concentração em frente à empresa.

Na Hanon Systems, em Palmela (parque industrial das Carrascas), os trabalhadores fazem greve e concentram-se às 15h00 no exterior das instalações.

Depois da greve realizada a 30 de Setembro, os trabalhadores da Aptiv, em Braga, discutiram ontem a possibilidade de continuar a luta na próxima semana.

 

É justo e necessário

Os trabalhadores e os sindicatos têm exigido em diversas empresas, nomeadamente em abaixo-assinados, a negociação dos cadernos reivindicativos de 2020 e aumentos salariais que signifiquem um real aumento do poder de compra.

Desde o início do surto epidémico, várias empresas do sector FMEE adiaram ou cancelaram as negociações dos cadernos reivindicativos. Com fabulosos lucros no ano passado e à beira de atingirem os objectivos deste ano, retiraram rendimentos aos trabalhadores e aplicaram medidas que restringiram e condicionaram diversos direitos laborais.

A ANIMEE, associação patronal do sector, anunciou recentemente uma actualização salarial miserável, num momento em que os trabalhadores e o País precisam de aumentos reais dos seus salários, de forma a aumentar o poder de compra e, por essa via, melhorar as condições de vida e dinamizar a economia.

Apesar do valor diminuto, a ANIMEE e as empresas pretendem que essa actualização salarial seja aplicada a partir do corrente mês, quando deveria ter efeitos a Janeiro.

Os trabalhadores e os sindicatos da Fiequimetal não abdicam da reivindicação de um aumento salarial de 90 euros, para todos. Este é um objectivo central, na luta que está a ser desenvolvida.


Ver também
- Comunicado do SIESI (15.10.2020)
- Com greve e concentração ficou dado o sinal na Aptiv (1.20.2020)