20201113AgenciaLusa arquivoA indignação, o protesto e o agendamento de formas de luta mostraram a unidade e a determinação dos trabalhadores da agência Lusa contra o corte no valor do subsídio de transporte. Um plenário está marcado para segunda-feira.
14.11.2020


O SITE CSRA e demais sindicatos representativos (Sindicato dos Jornalistas e Sitese) decidiram suspender a greve de 48 horas, que se iniciaria ontem, e também a concentração convocada para o final da manhã desta sexta-feira, junto da sede da Lusa Agência de Notícias de Portugal.

As formas de luta tinham sido decididas para exgir a manutenção do valor actual do subsídio de transporte (fora anunciado um corte de 26,95 euros por mês), a garantia das transferências previstas no Orçamento do Estado e a integração de todos os trabalhadores precários nos quadros da empresa.

Na quarta-feira, dia 11, os sindicatos, como anunciou o SITE CSRA, foram convocados de urgência para uma reunião no dia seguinte, a propósito do corte no rendimento dos trabalhadores.

Na reunião, o presidente do Conselho de Administração propôs uma solução, que os sindicatos decidiram apresentar aos trabalhadores, num plenário agendado para segunda-feira, dia 16, às 15h00.

 

Ver também
- Lusa. Greve suspensa após garantia de pagamento na íntegra de transporte (Lusa, in Notícias ao Minuto, 12.11.2010)