20210115Petrogal ORT carta aberta No documento publicado pelas organizações representativas dos trabalhadores da Petrogal, considera-se urgente o retorno do Grupo Galp Energia ao controlo público e reafirma-se que a Região Norte e o País não podem dispensar a refinaria do Porto.
17.1.2021

 

Na carta aberta, para ampla distribuição à população, a instituições, a personalidades e a órgãos do poder político, são invocados os superiores interesses locais e nacionais, bem como os lucros obscenos que o Grupo Galp Energia arrecada desde a sua criação, para afirmar que é necessário:

• Reverter a decisão da administração da Petrogal de encerrar a refinaria em Matosinhos, mantendo a sua produção específica essencial, com os seus actuais postos de trabalho;

• Investir no complexo industrial, de forma a proporcionar uma transição para novas tecnologias de produção, tendo em vista a redução da pegada de carbono de forma sustentada e a médio prazo, com adequados programas de formação dos seus trabalhadores, permitindo assim a continuidade das instalações em funcionamento, à medida que se for avançando na produção de matérias-primas realmente renováveis.

 

20210115Petrogal ORT carta aberta
Obter carta aberta
das ORT da Petrogal (Grupo Galp Energia)

 

Ver também
- Nas ruas de Matosinhos para defender a refinaria (13.1.2021)