20210120EDP arquivoÉ fundamental que na EDP o ano de 2021 se distinga pela valorização de quem trabalha, defende a Fiequimental, alertando que os investidores e o novo conselho de administração executivo (CAE) não podem querer uma empresa viável e produtora de riqueza, esquecendo que a viabilidade e o sucesso estão directamente ligados ao esforço dos trabalhadores.
20.1.2021

 


Reclamando uma nova fase, com respeito e valorização dos trabalhadores, a federação - num comunicado em distribuição desde ontem - considera que, após um ano de 2020 fora do nosso normal, estamos a iniciar um novo capítulo da história do Grupo EDP, que desejamos ser promissor, com a nomeação do novo CAE, ao qual damos as boas vindas, e com a alteração próxima da designação da «EDP Distribuição» para «E-Redes».

Por uma empresa mais equitativa, espera-se do novo CAE do Grupo EDP a abertura para debater e melhorar as seguintes matérias:

• Uma justa e real valorização dos salários de todos os trabalhadores;

• Tabela de ajudas de custo de valor único para todos (ajustada pelo valor mais alto);

• Disponibilidade, descanso entre jornadas e prémio de chamada;

• Actualização das tabelas de actos médicos, tanto nos valores como no tipo de actos incluídos, e melhorias nos sistemas de saúde do ACT;

• Subsídio de estudo a descendentes dos trabalhadores;

• Colónias de férias para os descendentes dos trabalhadores;

• Processo de avaliação de desempenho, enquadramentos profissionais e progressões na carreira;

• Remuneração por antiguidade, prémio de condução, prémio de assiduidade;

• Um benefício em energia, de igual valor para todos (garantindo o valor mais alto);

• Aumento do número de dias de férias para todos os trabalhadores;

• Redução progressiva do horário de trabalho para as 35 horas semanais;

• Eliminação progressiva das discriminações geracionais existentes.

A Fiequimetal realça que não bastam bonitas palavras, é preciso agir na melhoria dos direitos dos trabalhadores. A administração deve passar das palavras aos actos, e devem ser garantidas melhores condições de vida e trabalho a todos os trabalhadores.

 

Ver também
- Comunicado aos trabalhadores das empresas do Grupo EDP