20210420EDP sede A greve de ontem nas empresas do Grupo EDP, que contou com uma adesão bastante expressiva, constitui um elemento de confiança na luta e, simultaneamente, um sinal para que a administração assuma uma postura de resposta ao descontentamento crescente na empresa e avance, hoje, na reunião de negociação, com propostas que valorizem salários e carreiras e coloquem termo às discriminações existentes entre trabalhadores.
21.4.2021

 

Os sindicatos e a Fiequimetal emitiram ontem um comunicado a saudar todos os trabalhadores que, independentemente da sua filiação sindical, com coragem e determinação, decidiram participar na greve pela valorização dos salários e profissões.

Saudaram igualmente todos aqueles que deram corpo à concentração realizada ao final da manhã, junto da sede da empresa - e na qual esteve presente a secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha - afirmando a necessidade de prosseguir as negociações, por forma a alcançar um acordo que vá ao encontro das expectativas dos trabalhadores.

As tentativas de limitação desta luta, por via do despacho antigreve do Governo, não impediram os trabalhadores de exercerem um direito constitucional.

 

Abaixo-assinado entregue

Ontem foi também o dia da entrega, na sede, do abaixo-assinado por um enquadramento mais justo, subscrito por largas centenas de trabalhadores e que vem dar mais força à luta pela melhoria das condições de trabalho e de vida dos trabalhadores da EDP.

 

Negociação e luta

Os sindicatos da Fiequimetal/CGTP-IN manterão como sempre, uma postura séria e construtiva, no sentido de encontrar as soluções que melhor sirvam os interesses dos trabalhadores. Não afastam a mesa negocial como espaço privilegiado para exercer o direito constitucional à negociação, mas nunca descartam o recurso a outras formas de luta, caso a administração se mantenha numa postura arrogante e intransigente.

No seguimento da reunião de negociação agendada para hoje, vai iniciar-se mais uma ronda de plenários, reuniões e contactos com os trabalhadores, para avaliar as medidas a tomar de acordo com o andamento da negociação.


Ver também
- Saudação aos trabalhadores das empresas do Grupo EDP

Algumas fotos na concentração em Lisboa, junto à sede da EDP