20210318Petrogal PM O SITE Norte e os trabalhadores repudiam as declarações de António Costa sobre o encerramento da refinaria da Petrogal e vão realizar uma acção em defesa do emprego, da produção e da soberania nacional, na próxima sexta-feira, dia 24, pelas 11h30, em frente à Câmara Municipal de Matosinhos.
21.9.2021

 

Num comunicado emitido hoje, o sindicato reafirma que, com os trabalhadores, tudo fará para a denúncia dos responsáveis por esta situação (administração da Galp, Governo e Câmara Municipal).

 

Descaradamente a mentir

António Costa veio a Matosinhos mentir descaradamente, acusa-se no documento, recordando que o secretário-geral do PS participou, no passado fim-de-semana, num comício em Matosinhos, onde disse que «era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade, tanta irresponsabilidade, tanta falta de solidariedade como aquela de que a Galp deu provas aqui em Matosinhos». Mas o disparate, a asneira, a irresponsabilidade e a falta de solidariedade da Galp são também do Governo e da Câmara Municipal de Matosinhos.

Como líder do Governo, o próprio António Costa nunca esteve disponível para receber os trabalhadores e esteve calado e submisso aos interesses da Galp durante todos estes meses, abdicando de usar a sua posição de accionista de referência.

Por outro lado, a presidente da Câmara assumiu o assunto como facto consumado, desde a primeira hora, abdicando de lutar pela manutenção dos postos de trabalho e de uma empresa estratégica.

 

Não esquecem e não aceitam

O SITE Norte e os trabalhadores não aceitam que António Costa desrespeite o sofrimento de quem perdeu o posto de trabalho, após anos de entrega e empenho. Não aceitam ser utilizados de forma tão hipócrita em discurso de campanha eleitoral.

O SITE Norte e os trabalhadores não esquecem o papel do Governo, nem da maioria que lidera a Câmara, e denunciam o descaramento de António Costa, que mente sem qualquer pudor nem consideração sobre as consequências desta decisão para centenas de famílias, para a região e para o País.

No comunicado, o sindicato cita um estudo recentemente realizado pela Faculdade de Economia do Porto, que estima perdas globais médias, na Área Metropolitana do Porto, que poderão atingir 374 milhões de euros, a destruição de mais de 7 mil postos de trabalho e quebras nas remunerações na ordem dos 129 milhões de euros.

O SITE Norte e os trabalhadores não esquecem ainda que o próprio António Costa, no passado mês de Maio, dizia orgulhar-se de Portugal, à custa da refinaria de Matosinhos, ser apontado como exemplo pela Comissão Europeia, no caminho de redução de emissões de carbono.

O SITE Norte e os trabalhadores sabem que o País continuará a precisar do que se produzia na refinaria de Matosinhos, mas agora terá que importar esses produtos, somando ao flagelo social e aos problemas económicos, o agravamento da dependência energética.

 

Ver também
- Comunicado do SITE Norte
- Cinismo de António Costa merece condenação nas urnas (20.9.2021)