20211213SITEsul Gestamp-arquivoNa fábrica da Gestamp em Vendas Novas, mais uma vez, a unidade e determinação dos trabalhadores foram fundamentais para se poder chegar a um acordo e obter aumentos salariais de 50 euros em 2022 e 2023, entre outros avanços, salientou o SITE Sul.
14.12.2021

 

Numa nota de imprensa, no seguimento de um plenário realizado no dia 10, com a participação da secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha, o sindicato assinalou que, para além do aumento salarial, foi possível avançar em algumas matérias, como o combate à precariedade (com a passagem de um grupo de trabalhadores a efectivos) e o aumento do subsídio de transporte em 25%.

O plenário confirmou a aprovação da contraproposta da direcção da fábrica do grupo espanhol às justas reivindicações dos trabalhadores.

O sindicato nota que tudo isto só foi possível através de um exigente processo negocial, que se iniciou em Setembro, e recorda que a unidade e a organização dos trabalhadores têm trazido avanços significativos nos últimos anos na Gestamp.

Refere-se que tal sucedeu, por exemplo, em 2017, quando os trabalhadores recusaram a laboração ao fim-de-semana como dias de trabalho normal, e em 2019, com a redução do horário de trabalho em uma hora, no turno da noite.

Ficou agora mais uma vez provado que são a unidade e a luta dos trabalhadores que determinam avanços na defesa e na conquista dos seus direitos e melhoria das suas condições de vida, conclui o sindicato.

 

Ver também
- Nota de imprensa do SITE Sul