20190301AutoSuecoOntem os trabalhadores da Auto-Sueco Portugal (Grupo NORS), no Porto, concluíram três dias de greves para demover a empresa da intenção de recusar aumentos salariais anuais. A adesão praticamente total à luta levou a administração a declarar que aceita continuar a negociar com o SITE Norte.
5.3.2019

 

Perante esta declaração patronal, feita num comunicado interno, o sindicato requereu uma reunião para amanhã, quarta-feira.

A greve envolveu os turnos de dia, da noite e de sábado, nos dias 1, 2 e 4, com níveis de adesão de quase cem por cento, especialmente nas oficinas. Na tarde de dia 1, sexta-feira, realizou-se uma concentração na Rua Manuel Pinto de Azevedo (zona industrial do Porto), frente à sede da empresa que representa a marca Volvo em Portugal.

Mesmo com «acertos» que a administração decidiu fazer no ano passado, há ainda trabalhadores que há dez anos não têm aumentos salariais. Os referidos «acertos» não podem servir para recusar a actualização salarial anual em 2019, tanto mais, tratando-se de uma empresa com lucros crescentes.

 

Imagens da concentração


Ver também
- Quinzena de esclarecimento, acção e luta (26.2.2019)