Campanha-Medicina-TrabalhoA Fiequimetal apoia e saúda a campanha de sensibilização «Diagnóstico e Participação da Doença Profissional», lançada pela Direcção-Geral da Saúde através do Programa Nacional de Saúde Ocupacional, e vai utilizar essa mesma campanha como meio de sensibilização dos trabalhadores.
16.11.2015


Esta campanha da Direcção-Geral da Saúde, lançada no dia 15 de Outubro, é dirigida aos médicos e visa alertar para a obrigatoriedade de realizarem o diagnóstico e formalizarem a participação da doença profissional.
A Fiequimetal e os seus sindicatos têm ao longo dos anos contribuído para a formação e sensibilização dos representantes eleitos para a Segurança e Saúde no Trabalho, dos activistas sindicais e dos trabalhadores, em geral, sobre a problemática das doenças profissionais, alertando para a gravidade das suas consequências, a nível pessoal, físico, familiar, social e económico.
O médico de Medicina do Trabalho é o primeiro responsável pela presunção de que o trabalhador é portador de doença profissional e, por isso, é seu dever profissional e ético o preenchimento da participação obrigatória.
A Fiequimetal apela a que os trabalhadores zelem pela sua própria saúde, exigindo da entidade patronal o cumprimento das suas obrigações.


Ver também:
- Nota do Departamento de SST da Fiequimetal

Folheto-Medicina-Trabalho

- Folheto da campanha (folhear online ou obter pdf)

- Campanha de sensibilização
para a participação da doença profissional
(notícia e materiais, no sítio da DGS)