20151214PetrogalGreveO conjunto de greves na Petrogal (Grupo Galp Energia) - que se iniciou hoje, às zero horas, na refinaria de Sines, e às seis horas, na refinaria do Porto - destaca-se no calendário de lutas que estão marcadas em empresas dos sectores eléctrico, químico, metalúrgico e automóvel, para o período até final de Agosto.
26.7.2017


Na fábrica do Grupo Cabelte, em Arcozelo (Vila Nova de Gaia), voltou a haver greve, anteontem, e estão marcadas novas paralisações para dias 28 e 31 de Julho e 4 de Agosto, abrangendo todos os turnos (das 7 às 8 horas, das 14 às 15, das 15 às 16, das 22 às 23, das 23 à meia-noite e das 6 às 7).

Na metalúrgica Jado Ibéria, em Braga, estão marcadas greves de três horas e meia para dias 27 e 28. Em cada um destes dias ocorrerá um plenário de trabalhadores.

Na Soares da Costa, com áreas de metalurgia e construção civil, está marcada uma greve de 24 horas para dia 31 de Julho.

Também para esta data e por 24 horas, vai haver greve na Clear, igualmente no distrito do Porto.

Os trabalhadores da Autoeuropa aprovaram a realização de uma greve no dia 30 de Agosto, envolvendo todos os turnos da fábrica da Volkswagen em Palmela.

O período de greves na Petrogal prolonga-se até às 24 horas de dia 30, na refinaria de Sines, e até às seis horas de dia 31, na refinaria do Porto. Na sede (Torres de Lisboa), a greve ocorre das 14 às 18 horas, de hoje até dia 30.

Ver também:
- Resumo das lutas, divulgado pela Fiequimetal