20190724Visabeira Tojal vistaForam identificados pelo SIESI, em resultado do contacto directo com trabalhadores de diversos estaleiros do Grupo Visabeira, vários problemas que já estão solucionados ou sob compromisso da administração. Mas nem tudo está resolvido e vai ser preparado um caderno reivindicativo.
25.7.2019

 

O SIESI, num comunicado que começou a ser distribuído nos locais de trabalho do Grupo Visabeira, destaca que a acção sindical traz resultados.

Como situações identificadas e que estão corrigidas ou sobre as quais existe compromisso patronal de intervenção, o sindicato refere:

- nos recibos de vencimento, foi feita a rectificação das rubricas (não estava claro a que se referiam) e a sua entrega passou a ser feita em tempo útil;
- no estaleiro do Tojal (Loures), resolveu-se a falta de cacifos e balneários;
- a empresa assumiu o compromisso de regularizar as férias acumuladas não gozadas;
- confrontada com a obrigatoriedade de um descanso mínimo de 11 horas entre jornadas de trabalho, a empresa também assumiu que o descanso tem de ser uma realidade e afirmou ter dado orientações nesse sentido;
- foi assumido o compromisso de não voltar a suceder atrasos no pagamento do vencimento a alguns trabalhadores, respeitando a obrigação de pagar até ao último dia útil de cada mês.

 

Reforçar para avançar

Outras situações que exigem solução foram expostas pelo SIESI ao representante da empresa, nomeadamente:

- os WC no estaleiro de Portalegre não estão em condições dignas de utilização;
- em alguns locais as horas de reunião são contabilizadas como horas de formação, o que não é permitido por lei.

O SIESI informou que irá ser apresentado, nos próximos meses, um Caderno Reivindicativo, no qual se deverá propor, entre outras coisas, a criação de um subsídio de risco para os trabalhadores que realizam tarefas penosas e com riscos associados (como o risco de contração de doenças profissionais).

No actual momento, é necessário que os trabalhadores do Grupo Visabeira dêem mais força ao seu sindicato, para definir as reivindicações e organizar a acção para que sejam alcançadas.


Ver também
- Comunicado do SIESI aos trabalhadores das empresas do Grupo Visabeira