20201202Minas Panasqueira arquivoA unidade dos trabalhadores da Beralt Tin & Wolfram Portugal (concessionária das Minas da Panasqueira) e a sua disponibilidade para a luta, com pré-aviso de greve emitido, foram determinantes para alcançar um acordo sobre a revisão salarial anual, que teve aprovação em plenários, salientou o STIM.
13.4.2022

 

A uma actualização salarial de 3,5 por cento acrescem os valores de 10, 15 ou 22,50 euros (maior para os escalões inferiores).

O subsídio de turno aumenta de 17,50 para 20 euros, no regime de dois turnos, e de 27,50 para 30 euros, no regime de três turnos.

O valor das anuidades aumenta de 6,20 para 7,50 euros, mantendo-se em 18 anos o número máximo de anuidades.

Os novos valores têm efeitos retroactivos a 1 de Janeiro.

O acordo levou à desconvocação da greve.

 

Acordo na Böllinghaus

Em plenário, no dia 7, os trabalhadores da Böllinghaus Steel, Lda., em Vieira de Leiria, decidiram não continuar com a greve às horas extra, considerando que a proposta salarial patronal veio ao encontro das reivindicações apresentadas.

Como informou o SITE CSRA, a proposta aceite prevê:

- 60,00 euros de aumento, com efeitos retroactivos a Janeiro, a todos os trabalhadores, e 60,00 euros para Janeiro de 2023;
- 6,50 euros de subsídio de alimentação, para 2024.


Ver também
- Comunicado do STIM aos trabalhadores das Minas da Panasqueira (6.4.2022)
- Acordo entre o STIM e a BTWP (7.4.2022)
- Comunicado do SITE CSRA sobre o acordo na Böllinghaus (8.4.2022)