20190403EDP na sede 2018Com a insistência da Fiequimetal durante a discussão da revisão salarial e com a insatisfação manifestada pelos trabalhadores em início de carreira, a administração da EDP aceitou abrir negociações sobre melhorias das condições de progressão.
3.4.2019

 

Concluída a tabela salarial, agora vamos às carreiras profissionais e outras matérias, destaca-se num comunicado da federação aos trabalhadores das empresas do Grupo EDP, sobre o processo negocial deste ano.

No que diz respeito à tabela salarial e outras matérias de expressão pecuniária, os valores alcançados foram os possíveis na actual conjuntura. Mas ficou claro, mais uma vez, que a administração não pretende fazer caminho no sentido da valorização dos trabalhadores e dos seus salários.

Para comprovar que assim é, basta comparar os valores distribuídos pelos accionistas (695 milhões de euros, no ano passado, e idêntico valor já anunciado para este ano) e aqueles que a administração foi avançando durante o processo de negociação salarial (evoluindo décimas de ponto percentual, até chegar a 1,2 por cento).

No comunicado salienta-se que os valores insuficientes da tabela salarial não devem limitar os trabalhadores de lutarem pela melhoria das suas condições de trabalho, pelo contrário, todos devem mobilizar-se para percorrer esse caminho.

 

Melhor evolução para os mais jovens

As condições dos trabalhadores mais jovens e em início de carreira suscitaram, nas últimas semanas, manifestações de insatisfação, que foram muito importantes, pois criaram condições para que, na última reunião de negociação salarial, a comissão negociadora sindical (CNS/Fiequimetal) exigisse a melhoria das condições de progressão nas suas carreiras profissionais.

Perante a exigência, a administração fez uma cedência e aceitou que ficasse em acta a abertura, no imediato, de uma negociação sobre estas matérias, que deverá ficar concluída até ao final de Junho. Em caso de acordo, o resultado deve ser aplicado com efeitos retroactivos a 1 de Janeiro de 2019.

Apelando à unidade e determinação dos trabalhadores, para que os seus representantes tenham mais força perante a administração, na mesa negocial, a Fiequimetal decidiu realizar a 8 de Abril um plenário nacional de dirigentes, delegados e activistas sindicais.

Nas próximas semanas, os sindicatos (SIESI, SITE Norte, SITE Centro-Norte e SITE CSRA) vão realizar mais uma ronda de plenários, reuniões e contactos com os trabalhadores para analisar a situação e as acções a adoptar.


Ver também
- Comunicado aos trabalhadores da EDP
Acordo na EDP sobre salários e negociação das progressões (29.3.2019)