20170811Shap2sea arquivoOs antigos trabalhadores da Shap2sea, fábrica de pranchas de surf que funcionou no Parque Industrial de Vendas Novas, receberam mais de 10 mil euros de salários e outros créditos - revelou o SITE Sul.
1.4.2019

 

Numa nota de imprensa, o sindicato recorda que denunciou, em Agosto de 2017, o não pagamento dos salários nos prazos definidos por lei, fazendo-o em dias incertos, sem qualquer critério ou preocupação com os encargos dos trabalhadores e os respectivos prazos. Esta uma situação permanecia há muito e agravara-se então, com a falta de pagamento do subsídio de férias.
Os trabalhadores, organizados no seu sindicato, acabaram por rescindir os contratos de trabalho por falta de pagamento de salários. A empresa entrou em insolvência no ano de 2018.
Agora os trabalhadores organizados nos sindicatos da CGTP-IN receberam os salários e subsídios em falta, num valor total que ultrapassa os 10 mil euros.
O sindicato salienta que, mais uma vez, a unidade dos trabalhadores e a organização no seu sindicato permitiram a recuperação de salários e outros créditos em falta.


Ver também
- Nota de imprensa do SITE Sul