20200423REN gas Bucelas arquivo A reunião com a administração da REN, ontem, traduziu-se em mais um adiamento da discussão do aumento dos salários, apesar de a Fiequimetal ter reiterado a exigência de retoma da negociação da tabela salarial de 2020.
24.4.2020

 


A administração voltou a dizer que não tem condições para alterar a sua proposta, desculpando-se com a incerteza quanto ao futuro, apesar de já estar a estudar a retoma da actividade. A comissão negociadora liderada pela Fiequimetal, como se refere na informação divulgada aos trabalhadores, exigiu que seja retomada a negociação com a máxima urgência.

Em relação ao regresso aos locais de trabalho, os representantes sindicais alertaram que este deve decorrer de forma a assegurar a saúde dos trabalhadores e, dentro do possível, incluir o reinício dos serviços complementares, como os refeitórios, respeitando sempre os cuidados preconizados pela DGS.

Foi colocada a hipótese de maior envolvimento dos médicos da Medicina do Trabalho na verificação da aplicação das medidas e na avaliação das condições dos locais de trabalho.

A Fiequimetal defendeu de novo a necessidade de reforçar o papel dos representantes dos trabalhadores para a Segurança e Saúde no Trabalho. Ficou acordado que o processo eleitoral para as novas comissões de SST se irá iniciar assim que for levantado o estado de emergência.

Na reunião de dia 16, em resposta a uma questão que a Fiequimetal tinha colocado na reunião anterior, a administração deu nota de que «todas as obras de investimento continuam suspensas, apesar de já estar a estudar a retoma da actividade».

No dia 9, além que questionar a administração sobre investimentos e obras, a comissão negociadora sindical da Fiequimental avisou que a COVID-19-19 não pode servir de desculpa para eventuais propostas miserabilistas de aumentos salariais, até porque o relançamento da economia será mais fácil se os salários forem realmente aumentados, como ficou provado com o aumento, embora tímido, verificado nos últimos anos.

As reuniões sobre a situação na REN, no quadro da emergência sanitária, iniciaram-se no dia 2, depois de a administração ter dado como suspensas as negociações salariais.

 

Ver também
- Informação N.º 4 aos trabalhadores das empresas do Grupo REN, sobre a presente situação (23.4.2020)
- Informação N.º 3 aos trabalhadores das empresas do Grupo REN, sobre a presente situação (16.4.2020)
- Informação N.º 2 aos trabalhadores das empresas do Grupo REN, sobre a presente situação (9.4.2020)
- Informação N.º 1 aos trabalhadores das empresas do Grupo REN, sobre a presente situação (3.4.2020)
- Fiequimetal não dá por encerrada negociação na REN (29.3.2020)