20200507Thyssenkrupp elevadores arquivoO acordo celebrado pela Comissão Intersindical da Fiequimetal na Thyssenkrupp Elevadores, a 27 de Março, sobre o desfasamento dos horários de trabalho e outras medidas, no âmbito da prevenção de exposição ao surto de COVID-19, foi agora melhorado por acção colectiva, salienta a federação, insistindo na necessidade de valorização dos trabalhadores.
7.5.2020


No início da semana foi divulgado aos trabalhadores o conteúdo das alterações ao acordo, incluindo a sua vigência até 15 de Maio, vigorando a partir de dia 18 apenas dois pontos, sobre a jornada contínua e o horário ajustado.

Mantém-se o teletrabalho, como estava a ser realizado, de acordo com o determinado pelo Governo.

São prolongadas até 31 de Maio as condições para os trabalhadores com doenças crónicas, sendo até lá analisadas as situações caso a caso.

A Fiequimetal, no comunicado que hoje emitiu, salienta que:

1- As melhorias alcançadas resultam de aspectos que foram identificados pelos trabalhadores e devidamente interpretados e colocados à administração pelos sindicatos da Fiequimetal;

2- Procurou-se encontrar soluções que salvaguardassem os direitos dos trabalhadores, seja ao nível dos horários de trabalho, seja da retribuição;

3- Ficam salvaguardadas também as situações dos trabalhadores portadores de doenças crónica.

A federação assinala a importância de persistir na valorização dos trabalhadores.
Uma vez mais, perante uma situação de particular gravidade, os trabalhadores da Thyssenkrupp Elevadores deram uma demonstração de enorme profissionalismo, coragem e disponibilidade, garantindo sempre a prestação do serviço aos clientes do sector público e do sector privado.

Para dia 13 está marcada uma reunião dos representantes dos trabalhadores com a administração, para avaliar a evolução da situação.

 

Ver também
- Comunicado aos trabalhadores da Thyssenkrupp Elevadores