20200508Sindicaliza maio alamedaNa actual situação, em que ocorre um forte ataque do patronato aos direitos dos trabalhadores, é ainda mais importante reforçar as organizações de classe e aumentar o número de sócios dos sindicatos. A sindicalização é a nossa força e o ponto fraco do patrão.
8.5.2020


20200508Sindicalizate cartaz

A Fiequimetal e os sindicatos que a integram decidiram lançar um amplo apelo aos trabalhadores das indústrias metalúrgicas, químicas, eléctricas, farmacêutica, celulose, papel, gráfica, imprensa, energia e minas que ainda não estão sindicalizados.

Para dar mais força à luta de todos nós é preciso que mais trabalhadores se façam sócios dos nossos sindicatos.

Vírus com costas largas  

O surto epidémico não é razão para as perdas e recuos que estão a tentar impor aos trabalhadores.

A pandemia veio pôr em evidência muitos casos de incumprimento das obrigações patronais para garantir a segurança e saúde nos locais de trabalho. Mas a COVID-19 está a ser usada para justificar o ataque do patronato ao direito a férias e para agravar os horários de trabalho. Com o recurso, tão «simplificado» como ilegítimo ao lay-off, vemos o aproveitamento pelo patronato dos recursos da Segurança Social.

Está comprovado que ter altos níveis de sindicalização e de organização dos trabalhadores é determinante para a defesa dos seus interesses e direitos e para a luta, fortalecendo a unidade na acção.

A defesa dos direitos, do emprego, dos salários e de melhores condições de trabalho tem uma importância estratégica no momento actual, quando o capital aproveita a emergência sanitária para tentar aprofundar a exploração.

Estar sindicalizado é condição indispensável para, com a força dos trabalhadores unidos e organizados, defender direitos, alcançar aumentos salariais, garantir condições de trabalho com protecção da saúde e exigir mais investimento nas funções sociais do Estado, para valorizar os seus profissionais e melhorar os serviços públicos.

Como se afirma no cartaz de divulgação deste apelo à sindicalização, juntos somos mais fortes para defender a saúde, mas também o emprego, os salários e os direitos.

 

Ver também
- Ficha provisória de sindicalização
- Cartaz
- Sindicatos filiados na Fiequimetal