edprevsalarial2020Passada uma semana desde a anterior reunião de negociações salariais, a administração da EDP limitou-se a decidir que quer fazer reuniões bilaterais. Manteve sem oscilação e sem argumentação a proposta de 0,6 por cento.
15.5.2020

 

Na informação aos trabalhadores, sobre a reunião de dia 13, a comissão negociadora sindical acusa a administração do Grupo EDP de fugir de negociar.

Apesar de ter apresentado os resultados do 1.º trimestre de 2020, com um aumento de 46 por cento em relação ao mesmo trimestre do ano passado, ou seja, de 100 para 146 milhões de euros, a administração não mexeu na sua última proposta de 0,6 por cento para todas as BR (bases de remuneração) e Letras da tabela salarial.

Como já se referiu, este valor percentual representa aumentos irrisórios, entre 6,00 euros, para as primeiras BR, e 25,00 euros, para os salários mais altos.

Depois das afirmações de enaltecimento aos trabalhadores, produzidas mais recentemente pela administração, esta terá de passar das meras palavras aos actos concretos, os quais só serão visíveis se estiverem reflectidos numa proposta salarial realmente merecedora desse nome, considera a Fiequimetal.

A comissão negociadora sindical liderada pela federação irá participar nas reuniões bilaterais, mas para defender a justa valorização dos salários dos trabalhadores, sem mais demoras.

 

Retoma da actividade

Segundo a administração, a retoma da actividade processar-se-à em duas fases: a primeira tem início no dia 18 e a seguinte começa a 1 de Junho.
A Fiequimetal congratula-se com a decisão da administração de, tal como a federação tinha proposto, garantir que os trabalhadores integrados em grupos de risco não sejam ainda chamados para o local de trabalho e que lhes continue a ser garantida a máxima protecção.

A administração informou que, através da Medicina do Trabalho, está a fazer testes COVID-19 a todos os trabalhadores que vão regressar ao trabalho, inclusive aos trabalhadores das lojas. Mas é preciso ter presente que os testes não substituem as boas práticas de segurança.

 

Ver também
- Informação N.º 14, sobre a reunião de 13.5.2020
- Elogios aos trabalhadores ficam só nas palavras da EDP (11.5.2020)