REN SALARIOS2020Finalmente a administração da REN apresentou para negociação uma alteração da sua proposta de actualização da tabela salarial e cláusulas de expressão pecuniária, passando de 0,5 para 0,6 por cento. Isto representa valores irrisórios, entre seis e 25 euros, e contrasta com o generoso pagamento aos accionistas.
16.5.2020


Os representantes da administração basearam a proposta patronal num discurso miserabilista e catastrófico sobre o futuro, como se refere na informação sindical distribuída após a reunião, dia 14. Tentaram mesmo justificar a posição da empresa com os gastos que foram efectuados em meios de desinfecção e protecção, devido à crise sanitária, descarregando sobre os salários dos trabalhadores os «custos» desta pandemia.

A comissão negociadora sindical (CNS/Fiequimetal) repudiou de imediato esta posição da administração, afirmando que só com aumentos substanciais de salários se pode evitar a crise, pois estes servirão exactamente para reactivar a economia, através do aumento do consumo interno.

Foi curiosa e lamentável tal conversa da administração, quando, ainda no dia 6, os accionistas decidiram receber os dividendos, não se ouviu falar de crise nem de futuros negros, nem foi decidido poupar para essas eventualidades.

A CNS/Fiequimetal, mostrando a sua vontade de alcançar um acordo justo, alterou a sua proposta, de 90 para 80 euros de aumento para cada trabalhador, e manteve todas as outras matérias, apesar da pressão exercida para que retirássemos algumas das reivindicações.

 

A COVID-19 e a retoma

A administração da REN afirmou que tem um plano de retoma da actividade, mas que, por enquanto, a lotação dos edifícios vai estar limitada, assim como o tempo de permanência nos mesmos. Só a partir do início de Junho, se não existirem indicações da DGS em contrário, o retorno será mais acelerado.

A administração garantiu que todos os trabalhadores que pensem estar em grupo de risco acrescido, devido a uma qualquer situação de saúde, poderão ser consultados pela Medicina do Trabalho e, dessa forma, ser considerada a sua aptidão para o regresso ou a permanência em casa (teletrabalho).

 

Ver também
- Informação N.º 5, sobre a reunião de 14.5.2020
- REN retarda aumento salarial mas paga aos accionistas (11.5.2020)
- Fiequimetal não dá por encerrada negociação na REN (29.3.2020)