edp materias pendentes 2020Continuam, a passo de caracol, as negociações na EDP com vista à melhoria das condições dos trabalhadores, versando matérias que foram elencadas depois de resolvido o aumento salarial de 2020.
1.10.2020

 

Numa informação aos trabalhadores, sobre a reunião realizada ontem, a Fiequimetal refere que a comissão negociadora sindical que lidera voltou a afirmar a necessidade de rapidez nas negociações referentes ao subsídio de estudo a descendentes, para que o resultado se possa aplicar este ano lectivo e, por outro, para se poder avançar para outras matérias pendentes.

Destas, a federação destaca o subsídio de disponibilidade, as progressões nas carreiras e as ajudas de custo (cujo escalão mais baixo já é inferior ao subsídio de refeição).

 

Teletrabalho em teste

Aproveitando a situação de pandemia, a administração informou que irá proceder a um teste de teletrabalho, estendendo essa situação até 15 de Janeiro.

A Fiequimetal alerta que o teletrabalho tem de ser discutido e abordado atentamente. Ainda está por confirmar quais são os benefícios e consequências, para os trabalhadores, inerentes ao mesmo.

A administração voltou a informar que irão ser entregues dois documentos sobre os direitos e deveres dos utentes da Sãvida, para clarificar o Anexo VIII do ACT, referente à Saúde, mas não revelou quando o fará.

Mais uma vez, a federação afirma que é possível e necessário melhorar as condições de vida de quem trabalha na EDP, com a participação dos trabalhadores e com o reforço da sua organização e mobilização.

 

Ver também
- Informação N.º 5, de 30 de Setembro
- EDP deve garantir negociações rápidas e eficazes (11.9.2020)