20201122VW Autoeuropa arquivoOs trabalhadores da VW Autoeuropa e das empresas fornecedoras e prestadoras de serviços não podem ser prejudicados nos salários nem nos direitos, exige a Comissão Sindical do SITE Sul, a propósito da paragem de produção decidida para dias 1 a 5 de Setembro.
31.8.2021

 


Num comunicado emitido ontem, a dar conta da preocupação dos trabalhadores quanto ao futuro, o SITE Sul informa que a decisão da administração foi comunicada na sexta-feira, dia 27. Numa reunião com a Comissão Sindical, foi explicado que, para esta paragem, a empresa vai recorrer ao mecanismo do Apoio Extraordinário à Retoma Progressiva da Atividade, criado para apoiar empresas em situação de crise devido à epidemia.

Os representantes patronais asseguraram que neste período será garantido ao pagamento da totalidade dos salários a todos os trabalhadores.

Adiantaram ainda que, face aos problemas com o fornecimento de semicondutores, poderão ocorrer mais paragens de produção através do recurso ao mesmo mecanismo.

 

Responsabilidades e soluções

Para o sindicato, garantir o pagamento integral dos salários a todos os trabalhadores é o mínimo que a administração podia fazer, pois é a ela que compete organizar o processo produtivo (incluindo a calendarização e dimensão do aprovisionamento necessário a laboração em pleno).

A VW Autoeuropa dispõe de um mecanismo interno acordado (down days), que visa fazer face a situações deste tipo, quando há necessidade de fazer paragens de produção. Como tal, deve fazer todos os esforços para o utilizar neste momento como solução.

A administração já devia ter adequado os níveis de aprovisionamento, de modo que a laboração não fosse afectada.

Por outro lado, considerando os resultados que a VW Autoeuropa obteve nos anos anteriores e, inclusive, no ano de 2020, a administração não se pode escudar na pandemia para não dar resposta à melhoria das condições de trabalho e dos salários dos trabalhadores.

Já no comunicado que assinalou a interrupção para férias, há um mês, o sindicato tinha alertado que, perante a falta de semicondutores, a administração deve trabalhar para que se supere a situação, sem que os trabalhadores sejam penalizados nos seus salários e direitos.

 

Ver também
- Comunicado da Comissão Sindical do SITE Sul (30.8.2021)
- Comunicado «As reivindicações não vão de férias» (22.07.2021)