20210219Aptiv CBA falta de resposta da administração às justas reivindicações dos trabalhadores da fábrica da Aptiv em Castelo Branco exige uma resposta firme, afirma a Comissão Sindical do SITE CSRA, apelando à participação na greve de 24 horas que está convocada para dia 25, quando a CGTP-IN realiza uma acção de luta nacional.
21.2.2021

 


Após vários anos com aumentos salariais insuficientes, os trabalhadores da Aptiv sentem-se desmotivados, descontentes e exaustos. A Comissão Sindical salienta que a falta de condições de trabalho, aliada ao desrespeito pela profissão, põe em causa a sua dignidade como profissionais.

 

Administração na mesma

O Caderno Reivindicativo foi entregue à administração a 17 de Fevereiro.

No dia seguinte, em reunião com a Comissão Sindical do SITE CSRA, a administração comunicou que não aceita negociar o caderno e que as reivindicações só serão discutidas no âmbito da associação patronal de que a Aptiv faz parte.

Esta tem sido a posição da administração nos últimos anos, a qual se traduziu em aumentos de salário miseráveis.

Os trabalhadores merecem aumentos de salário dignos.

É urgente dar resposta aos problemas concretos que os trabalhadores estão a sentir.

É urgente inverter o rumo de desvalorização do trabalho e dos trabalhadores e romper com o modelo de baixos salários, trabalho precário, ataque aos direitos.

Para responder aos problemas e defender a economia e o emprego, é necessário que os trabalhadores melhorem as suas condições de vida.

Na fábrica da Aptiv em Braga, os trabalhadores realizaram, no ano de 2020, dois dias de greve por reivindicações semelhantes.


Ver também
- Informação da Comissão Sindical do SITE CSRA aos trabalhadores da Aptiv
- Com greve e concentração ficou dado o sinal na Aptiv (1.10.2020)